Sejam todos bem-vindos, especialmente àqueles que amam o desporto e esta modalidade em particular. Criamos este Blog, no intuito de irmos narrando as nossas aventuras e estados de espírito, mas acima de tudo, partilharmos experiências, procurando fazer novas amizades.
A todos cumprimentos desportivos.

Os Flechinhas

domingo, 8 de novembro de 2009

6.ª EDP Maratona do Porto

È com grande carinho que vemos esta Maratona da cidade do Porto em crescendo, ano após ano, já que tivemos o privilégio de a ver nascer e fazer parte dessa inesquecível 1.ª edição, que na altura, contava apenas com de cerca de 300 guerreiros na linha de partida. Decorridos 6 anos aqui temos nós cerca de 1200 atletas numa prova que vai crescendo de forma sustentada e já de grande nível internacional, deixando-nos a todos muito orgulhosos e esperançados de que em poucos anos possamos ombrear com o melhor que lá por fora se faz.
A cereja no topo do bolo foi ainda o facto de esta edição contar com a presença de dois grandes atletas do desporto em Portugal a lutarem para a obtenção dos mínimos para o Europeu de Barcelona que se realiza no próximo ano, sendo eles, Alberto Chaíça e Fernanda Ribeiro.
Os atletas do ARN quiseram estar presentes, mas participando na prova convívio de 14 km, á excepção do Armando Marques, que com grande coragem almejava obter nesta edição o seu recorde pessoal na Maratona. Em relação aos tempos obtidos na referida prova convívio, esses ficam para 2.º plano, no sentido que o gesto possa enaltecer e homenagear os verdadeiros atletas deste dia, para que se possa os ouvir dizer bem alto… eu sou capaz, EU SOU MARATONISTA!
Não posso terminar este post sem novamente lançar o repto a 3 atletas desta irmandade, no caso o Sérgio e o Luís Martins e ainda o Manuel Gomes que continuam teimosamente sós a recusarem participar numa Maratona, contudo não me canso de a enaltecer e de os motivar para tal e por isso lembre-se, podem-na recear podem dizer mal dela, podem odiá-la, podem dizer que pode matar, mas ela continua a ser o sonho de muitos por esse mundo fora, ainda que não o admitam, mas quando a corremos pela primeira vez e atingimos a linha de chegada, por breves momentos sentimo-nos como se tivéssemos cometido um acto heróico!
É A MARATONA.

3 comentários:

Paulo disse...

O Manel disse que quando tiver 60 anos irá fazer uma Maratona...! Mais vale tarde do que nunca...

PF

Manel disse...

Aos 60 nao...talvez aos 65 :)

MPaiva disse...

Quem faz uma maratona perceber bem que esta é uma prova bem diferente de todas as outras.
Custa? Sim, custa bastante. Recompensa-nos? Claro que sim. Aliás, recompena-nos de uma forma tal que supera todos os custos que se possam imaginar!

abraço
MPaiva