Sejam todos bem-vindos, especialmente àqueles que amam o desporto e esta modalidade em particular. Criamos este Blog, no intuito de irmos narrando as nossas aventuras e estados de espírito, mas acima de tudo, partilharmos experiências, procurando fazer novas amizades.
A todos cumprimentos desportivos.

Os Flechinhas

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Madrid aos nossos pés...

Pois é companheiros, mais uma grande Maratona conquistada com muito suor e dor.

Começo por vos dizer que a cidade de Madrid é extraordinariamente bonita, com um brotar de vitalidade que por vezes até nos custa ter que parar para descansar. Com esta envolvente e com um grupo de AMIGOS fantásticos, por quem correria descalço os últimos kilometros da maratona, para que eles podessem correr calçados, tornaram esta viagem inesqueçivel. A todos eles, desde já muito obrigado. Também á minha mulher e ao meu filho, que para além de companhias indispensáveis são pedras basilares em mais esta aventura, mas acima de tudo na minha vida.
A prova propriamente dita é composta por uma moldura humana na ordem das 15000 pessoas, que são apoidas por muitas mais ao longo de todo o percurso duma forma intensa e entusiástica, envolvendo mesmo as mais altas instituições da cidade e do país. O tiro de partida antecedido pela exibição das forças armadas Espanholas, marca o início de mais um desafio, para cada um de nós, que não se explica com a banalidade de algumas palavras soltas.
Além do extraordinario apoio humano, o trajecto além de muito bonito, passa pelos pontos mais emblemáticos da cidade, podendo assim os atletas tirar partido da passagem, ainda que fugaz,
por locais de referência. Contudo apartir sensivelmente do km 30, deixamos de opinar sobre a beleza do que quer que seja, pois a dor e o cansaço começam-nos a "turvar completamente a visão".
O último terço da prova é realizado em quase toda a sua totalidade com bastante inclinação, fazendo-nos levar aos limites das nossas forças, que finalmente quando atingimos a linha de meta, por momentos e com as lágrimas nos olhos dizemos.....EU SOU CAPAZ!

DS

5 comentários:

António Coutinho disse...

Chegamos, Vimos e Vencemos... Todos, cada um com as suas dificuldades mas o resultado está aqui!!

E a "rata velha", que tal?!?!
=D

Abraços a todos...
Foram excepcionais!!

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo disse...

Ó Duarte... de facto, as tuas palavras emocionam até um morto! Tu eras mesmo capaz de correr os últimos quilómetros descalço por mim...? Estou capaz de cair para o lado...

Duarte disse...

Estou muito desiludido com facto de duvidarem das minhas palvaras. Já não se pode ter um grande coração. Vou entrar numa profunda depressão!

FERNANDA disse...

FERNANDA:
SOU AMIGA DESSE FLECHINHA DE AZUL AÍ NA FOTO, É UM CARA GENTE BOA DEMAIS.
OS FLECHINHAS PRECISAM VIR AO RECIFE.
BEIJINHOS...